Prefeitura de Barra Mansa é premiada pelo TCE por iniciativa que dá palavra ao cidadão

Loading

 A Controladoria Geral da Prefeitura de Barra Mansa foi uma das vencedoras da Premiação Melhores Práticas, promovida pela Escola de Contas e Gestão do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro. O evento aconteceu nesta terça-feira (19), no auditório Humberto Braga, no TCE-RJ, na Praça da República, no Centro do Rio de Janeiro e contou com a presença do prefeito Rodrigo Drable. A premiação foi conquistada com o tema ‘Solucionando Problemas da Cidade, Ouvindo os Cidadãos’.
O prefeito Rodrigo Drable comemorou o resultado.
— Fico honrado e extremamente orgulhoso da nossa equipe! Para as coisas darem certo e a cidade voltar a crescer, era necessário rigor e correção na condução do nosso município. Estamos longe do nosso objetivo, mas com a certeza de que estamos no caminho certo, fazendo o melhor que podemos e superando as adversidades — ressaltou.
A premiação tem o objetivo de reconhecer e disseminar as iniciativas inovadoras que tenham resultado em melhorias efetivas de desempenho nas ações implementadas pela administração pública municipal, no âmbito do Estado do Rio de Janeiro, com foco na transparência e controle social. Os autores da tese foram o Ouvidor Geral do município, Diego Raffide, e a Gerente de Controle Contábil, Viviane Fioravante, responsável pelo Portal da Transparência.

Segundo o membro da Comissão Julgadora, o secretario do Tribunal de Contas da União (TCU), Marcio Pacheco, Barra Mansa foi muito feliz na adesão do sistema de Ouvidoria ligado ao Ministério da Transparência e a Controladoria Geral da União (CGU).
— O e-OUV é um canal de ouvidoria oferecido de forma gratuita pela CGU e funciona muito bem, combatendo a corrupção, o desperdício, o mau uso e a ineficiência. É uma ferramenta que realmente alcança o cidadão, um canal de comunicação importantíssimo — revelou Pacheco, enfatizando a importância do trabalho que o TCE vem realizando.
“É muito importante o trabalho do Tribunal de Contas, que realiza auditorias e visitas aos municípios. Estamos vivendo uma necessidade de mudanças, tanto na gestão dos prefeitos, nos governos e também no que conduz à ética. É preciso aperfeiçoar os sistemas de controle, pois o povo quer informação, quer saber onde o dinheiro público está sendo investido”, completou Marcio Pacheco.

O ouvidor geral do município, Diego Raffide, enfatizou os detalhes da tese.
— Elaboramos um relatório de atendimentos oriundos da Ouvidoria e do Portal da Transparência e mostramos para o TCE que eles realmente dão resultados para o cidadão. Procuramos atender todas as demandas de forma resolutiva e com transparência —revelou.

O diretor geral da Escola de Contas e Gestão do TCE, João Paulo Lourenço, destacou a importância desta premiação. “Este prêmio é um dos mais relevantes produtos e ações da Escola. Tenho a convicção que o resultado foi justo, pois entendemos que ele realmente transforma a vida das pessoas”.

Na oportunidade, também aconteceu o ‘Prêmio Ministro Gama Filho 2018’, com palestras sobre ‘A crise financeira no Estado do Rio de Janeiro: Diagnóstico e Propostas de Superação’, com as presenças do presidente da Comissão Julgadora e diretor da faculdade de administração e finanças da UERJ, Guilherme Portugal, e do diretor do Instituto Pereira Passos, Mauro Osório.

VIA: Diário do Vale

Loading

Mais Matérias

Pesquisar...