Sem pontuar no GP da Espanha, chefe admite que Renault “não está alinhada com objetivos” da temporada 2019

© Grande Prêmio F1 2019; GP DA ESPANHA; BARCELONA; DOMINGO; RENAULT; DANIEL RICCIARDO

A Renault não escondeu a decepção por sair do GP da Espanha sem pontuar. Após a corrida de domingo (12) em Barcelona, Cyril Abiteboul admitiu que a performance do time “não está alinhada com os objetivos” de 2019.

Neste fim de semana, a Renault conseguiu chegar ao Q3 com Daniel Ricciardo, mas o australiano largou apenas em 13º por conta da punição que levou em Baku após bater em Daniil Kvyat. Nico Hülkenberg, por sua vez, saiu ainda pior, já que iniciou a corrida do pit-lane após a escuderia quebrar o regime de parque fechado e trocar a especificação da asa dianteira.

Na corrida, porém, Ricciardo conseguiu apenas a 12ª colocação, logo à frente de Hülkenberg. Assim, passadas as cinco primeiras provas do ano, a Renault esteve no top-10 apenas duas vezes: com o sétimo lugar de Daniel na China e o sétimo lugar de Nico na Austrália.

“Barcelona é sempre um bom fim de semana para avaliarmos a competitividade do carro e do time depois das primeiras corridas que nem sempre são representativas”, comentou Abiteboul. “O pelotão intermediário é muito próximo e qualquer desvio leva a variações espetaculares”, seguiu.

“Mas o resultado de hoje é claro. Mesmo sem o safety-car, poucos pontos seriam possíveis. Não estamos alinhados com os objetivos que traçamos para nós”, reconheceu. “O teste da próxima semana chega em um bom momento para avaliarmos áreas em particular do carro em profundidade e olharmos para itens de desenvolvimento importantes que definimos como nosso plano de ação de curto e médio prazo para recuperarmos a forma depois de um início de temporada ruim que não altera nossa determinação e nossos objetivos de longo prazo”, concluiu.

VIA: Grande Prêmio

DEIXE UMA RESPOSTA

8 + = 18