MAGÉ CONTINUA NA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE

Magé está convocando a população para bater a meta de vacinação contra a gripe. Isso porque é preocupante a baixa procura dos mageenses – que pertencem aos grupos de risco da campanha – pela vacina nas Unidades de Saúde. Mesmo reunindo mais de 12 mil pessoas só no DIA D de vacinação, a meta da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) é atingir 95% da cobertura de cada grupo e até o momento a categoria que tem o maior número de imunizados é a das gestantes com o total de 40%.

Até o dia 9 de maio, os índices de vacinação apontam que foram vacinados 40% das gestantes, 32% das puérperas, 32% dos idosos, 26% dos trabalhadores de Saúde e 20% das crianças.

Para reforçar a imunização dos grupos de risco, a SMS montou um cronograma para levar as equipes em asilos e creches municipais. “Na próxima semana vamos visitar os Lares São Vicente, Divina Idade e El Shaday. Também vamos começar a vacinação em todas as creches do município e para isso contamos com ajuda dos responsáveis, porque sem eles as crianças não podem fazer a vacinação”, explicou o coordenador de Imunização de Magé, Henrique Moreira.

A campanha vai até 31 de maio e tem como meta principal imunizar os grupos de risco que são as crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, mulheres com até 45 pós-parto, idosos, trabalhadores e pessoas com comorbidades (doença respiratória crônica, doença cardíaca crônica, doença renal crônica, doença hepática crônica, doença neurológica crônica, diabetes, obesos, transplantados, imunossupressão e trissomias). Desde a última segunda-feira, 6 de maio, os professores da rede pública e privada também começaram a ser vacinados. A campanha acontece de segunda a sexta, nas 41 Unidades de Saúde da Família, no Centro Municipal de Imunização e na Unidade 24h de Suruí, no horário de 8h às 17h.

“A imunização contra o vírus Influenza é de suma importância na prevenção de complicações da gripe, principalmente, entre as pessoas que compõem o grupo de risco coberto pela campanha. Estamos levando no projeto Vigilância Itinerante e no projeto CRAS na Comunidade as vacinas contra gripe para ajudar as pessoas que moram mais distante. Contamos com o apoio da população, vacinar é preciso”, incentivou a secretária de Saúde, Carine Tavares.

VIA: Canal Magé

DEIXE UMA RESPOSTA

+ 46 = 52