Inscrições abertas para ocupação do Museu De Arte Moderna de Resende

Já estão abertas as inscrições para a ocupação temporária do Museu de Arte Moderna de Resende. A Prefeitura, através da Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda, disponibilizou na segunda-feira (04) o edital contendo informações gerais e um anexo com a estrutura da proposta a ser enviada. Os interessados em integrar o Calendário Anual 2019 de exposições do MAM deverão enviar os projetos ao Museu até o dia 1º de março.
De acordo com o presidente da Fundação, Thiago Zaidan, o objetivo da abertura do espaço, feita anualmente, é estimular a produção de artes plásticas e visuais, além de divulgar os trabalhos e dar acesso aos artistas plásticos e visuais de todo território nacional. A ocupação ainda concede aos mesmos expositores vencedores do edital a oportunidade de oferecerem oficinas gratuitas para a população aos sábados.
Conforme o previsto no edital, a comissão que fica responsável por avaliar as propostas analisará os seguintes critérios: adequação do projeto ao espaço físico; qualificação do projeto (qualidade técnica); expectativa de interesse do público: projeto inédito e atratividade do tema; perspectiva de contribuição ao enriquecimento sociocultural ao município de Resende-RJ; adequação à imagem institucional do MAM Resende; contrapartida de Oficinas Gratuitas aos sábados para a população.
– Sabemos que não só na região, mas em todo o Brasil há muitos artistas de qualidade, prontos para exibir seus trabalhos. A abertura do edital para ocupação do MAM permite que a Prefeitura, por intermédio da FCCMM, democratize um importante espaço de cultura disponível e que esses artistas tenham a oportunidade de ganhar seu devido destaque. Além disso, também é uma forma de levar uma variedade artística a nossa população – explica o secretário.
Os períodos em aberto para receber as exposições são de março a abril, junho a julho e agosto a setembro. Os interessados devem fazer a inscrição presencialmente na sede do MAM, que fica localizada na Rua Dr. Cunha Ferreira, nº 104, no Centro Histórico da cidade, de segunda a sexta-feira, das 10h às 18h. Os projetos também podem ser enviados pelo email: mam.resende@gmail.com.
O edital na íntegra pode ser acessado no site da prefeitura, seguindo os ícones: Menu > Governo > Órgãos e Secretarias > Fundação Casa da Cultura Macedo Miranda > Mais > 2019. Para mais informações, é possível entrar em contato através do telefone: (24) 3360-6155.

Sobre o museu
O Museu de Arte Moderna de Resende foi o segundo a ser inaugurado fora de uma capital no Brasil – depois do de Cataguases – e o quarto do país. Guarda obras de Tarsila do Amaral, Santa Rosa, Guinard, Lasar Segall, Liesler, Alfredo Ceschiatti, Poty. Fundado em 1950 pelo escritor Marques Rebelo, ocupa uma casa espaçosa no Centro Histórico e é mantido pela Prefeitura, que fez a aquisição do primeiro quadro, um óleo de Iberê Camargo.
A vanguarda do modernismo nas artes plásticas no Brasil das décadas de 1940 e 1950 está no acervo, hoje composto de 228 peças. Boa parte vinda de doações de artistas e colecionadores. Também estão lá o expressionismo de Oswald Goeldi, a abstração de Abelardo Zaluar e Haroldo Barroso, o neoconcretismo recente de Alex Gama, a caligrafia urbana de Victor Arruda.
As obras em exposição, acrescidas das que estão guardadas à espera de restauração, formam um acervo rico e representativo de vários períodos da arte brasileira, explica a diretora Vanda Perantoni Schimid, que trabalhou na reabertura do museu, em 1974. Até aquela data, o museu passou 22 anos desativado.
O MAM Resende mantém uma exposição permanente e promove mostras temporárias, como o Salão da Primavera, que acontece uma vez por ano e reúne trabalhos de artistas da região. E também abre os dois salões principais para cursos, palestras, espetáculos de música e teatro, sessões de cinema e lançamentos de livros. As visitas podem ser mediadas. Basta agendar.

VIA: http://mapadecultura.rj.gov.br

DEIXE UMA RESPOSTA

1 + 4 =