Governo de Maduro irá tomar medidas contra Juan Guaidó, diz vice-presidente

A vice-presidente da Venezuela, Delcy Rodriguez, anunciou nesta 2ª feira (4.mar.2019) que as ações do presidente autodeclarado Juan Guaidó serão analisadas pelo governo. O comunicado foi dado em entrevista ao canal RT televisionada pela Telesur, emissora multiestatal com sede em Caracas.

 “Seu comportamento e suas atividades serão cuidadosamente analisadas pelas instituições do Estado. Medidas apropriadas serão tomadas”, disse.

De acordo com a vice-presidente, o anti-chavista desrespeitou a ordem da Suprema Corte da Venezuela –sob controle de Maduro– que proibiu, em janeiro, a saída de Guaidó do país. A medida também congelou seus bens.

Delcy Rodriguez ainda falou que como venezuelana sente vergonha da atitude de Guaidó, que expôs a Venezuela negativamente no meio internacional.

Mesmo com a decisão judicial, a Assembleia Nacional aprovou uma licença para que o interino deixasse o país. Na última semana Guaidó visitou países da América Latina(Colômbia, Brasil, Paraguai, Argentina e Equador).

Reprodutor de vídeo de: YouTube (Política de Privacidade)

Ameaças

Em transmissão ao vivo no domingo (3.mar.2019), o presidente interino afirmou não temer os riscos de ser preso ao retornar à Venezuela e esclareceu que “a força é a união”.

Se me sequestrarem, será 1 dos últimos horrores. No passado, sequestraram e mataram nossa gente e estamos mais fortes do que nunca”, afirmou.

VIA: Poder 360 | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom

DEIXE UMA RESPOSTA

+ 14 = 16