Search
Close this search box.

Ministros do Supremo criticam manifestantes que os hostilizaram em Nova York

Os ministros do Supremo Tribunal Federal Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes analisaram à CNN, nesta segunda-feira (14), os protestos que ocorrem por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) contra o resultado das eleições.

Para Lewandowski, os protestos são “antidemocráticos”.

“Eu acho esses protestos antidemocráticos, não civilizados e não contribuem para o clima que queremos para o nosso país, e no próprio mundo”, disse.

Por outro lado, Mendes enxerga a liberdade de manifestação “totalmente livre”, mas faz ressalvas.

“A liberdade de manifestação é totalmente livre, o que não vale é agressão, é tentativa de perturbação de um evento que se realiza com normalidade. Isso precisa ser avaliado”, disse.

Os ministros do STF, do TSE e do TCU e outras autoridades participam do evento Lide Brazil Conference, em Nova York, onde discursaram. Veja o discurso dos ministros aqui.

Em nota, o STF repudiou os ataques e classificou os atos como “incompatíveis”.

“O Supremo Tribunal Federal repudia os ataques sofridos por ministros da Corte, em Nova York. A democracia, fundada no pluralismo de ideias e opiniões, a legitimar o dissenso, mostra-se absolutamente incompatível com atos de intolerância e violência, inclusive moral, contra qualquer cidadão”, disse.

*Publicado por Marcello Sapio

Mais Matérias

Pesquisar...