Search
Close this search box.

Cientistas dão recomendações para o mundo evitar nova pandemia

Uma nova pandemia pode ser evitada e é isso que cientistas internacionais querem alertar com o lançamento de um relatório. O documento descreve um conjunto de ações que possam prevenir e melhor responder aos surtos de doenças que passam de animais para pessoas.

O estudo, desenvolvido pelo grupo de pesquisadores liderado pelo Instituto de Saúde Global da Universidade Harvard (EUA), aponta que investimentos na conservação de florestas e na mudança das práticas agrícolas são ações essenciais para prevenir uma nova pandemia.

O grupo de cientistas destaca que “o transbordamento de possíveis patógenos pandêmicos ocorre a partir de operações pecuárias; caça e comércio de animais selvagens; mudança no uso da terra – e a destruição das florestas tropicais em particular; expansão de terras agrícolas, especialmente perto de assentamentos humanos; e a urbanização rápida e não planejada.”

Além disso, o relatório também cita como a mudança climática reduz os habitats de animais terrestres e marítimos, os empurrando para novos lugares, criando oportunidades para os patógenos entrarem em novos hospedeiros.

Entre as ações práticas, o grupo recomenda o seguinte:

Investir na agricultura sustentável e na prevenção de colheitas e desperdício de alimentos para reduzir as perdas de biodiversidade, conservar os recursos hídricos e prevenir novas mudanças no uso da terra, promovendo a segurança alimentar e o bem-estar econômico;
O fortalecimento do sistema de saúde e plataformas One Health (saúde coletiva ou saúde única em português) – que une conhecimentos em saúde pública, veterinária e ambiental – especialmente em países de baixa renda;
Conservar as florestas tropicais, especialmente em florestas relativamente intactas, bem como aquelas que foram fragmentadas;
Melhorar a biossegurança para gado e animais selvagens de criação, especialmente quando a criação de animais ocorre perto de grandes populações humanas ou em rápida expansão.
Segundo os autores do estudo, os custos de prevenção da próxima pandemia é de cerca de US$ 22 bilhões por ano, o equivalente a 2% das perdas econômicas globais provocada pela pandemia do novo coronavírus.

As conclusões apresentadas no relatório serão traduzidas em recomendações de política internacional para informar a cúpula do G20 em outubro e a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (COP26) em novembro deste ano.

As recomendações desse estudo internacional são parecidas com as de uma investigação de especialistas da Universidade de Cambridge (EUA), divulgadas no ano passado. O estudo identificou sete rotas pelas quais uma nova pandemia poderia ocorrer e 161 maneiras de se evitar o risco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Matérias

Pesquisar...