Search
Close this search box.

Moradores de Caxias, Magé, Guapimirim e Itaguaí têm até junho para trocar vale-transporte pelo cartão Riocard Mais

A troca do cartão do vale-transporte pelo Riocard Mais começou antes da pandemia, parou por um tempo e agora está de volta, na fase final. Os moradores de Duque de Caxias, Magé, Guapimirim, na Baixada Fluminense, e Itaguaí, na Região Metropolitana, têm até o dia 4 de junho para fazer a troca.

A troca gratuita dos cartões foi retomada em outubro. Sete meses depois, mais de 1,7 milhão de usuários já utilizam o novo modelo, na cor laranja. Os meios de transporte vão deixar de aceitar o antigo cartão, gradativamente.

O Riocard Mais pode ser usado em todos os transportes.

  • Metrô
  • Trens
  • Barcas
  • Ônibus municipais e intermunicipais
  • Vans legalizadas
  • BRT
  • VLT

Para quem ainda não efetivou a troca dos cartões, o prazo de atualização de todos os validadores do sistema de transporte para leitura somente no dono Riocard Mais está marcado para o dia 2 de julho.

Para facilitar a troca do antigo vale-transporte, haverá equipes para o atendimento dos clientes em pontos estratégicos nos principais meios de transporte e nas lojas Riocard Mais da Região Metropolitana.

As lojas funcionarão em dias úteis até as 19h com distribuição de senhas e unidade da Central do Brasil abrirá também aos sábados, a partir de 29 de maio, exclusivamente para a substituição dos cartões.

“Quem perder o prazo final deverá buscar o serviço diretamente em uma loja Riocard Mais. Deixa apenas de contar com a praticidade de trocar o vale-transporte no meio de transporte que utiliza com frequência”, disse Melissa Sartori, gerente de marketing da Riocard Mais.

No dia 11 de junho, será a vez do sistema de barcas (linhas Rio-Niterói, Paquetá, Cocotá, Ilha Grande, Mangaratiba e Angra dos Reis) e dos ônibus municipais e intermunicipais e vans legalizadas da região de Niterói, São Gonçalo, Maricá, Tanguá e Itaboraí deixarem de aceitar o antigo vale-transporte. As demais etapas de substituição serão anunciadas em breve.

Para receber o novo cartão gratuitamente, o cliente precisa apresentar o modelo antigo do vale-transporte. Não é necessário mostrar documentação, mas atenção: a troca deve ser feita pelo titular do cartão, já que o benefício é pessoal e intransferível. No ato, é emitido um comprovante com os valores dos créditos de transporte que estavam disponíveis no modelo antigo.

Lojas para troca na Região Metropolitana

  • Alvorada – 8h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • Campo Grande – 8h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • Central do Brasil – 8h às 19h (dias úteis); 7h às 14h, aos sábados
  • Carioca – 9h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • Duque de Caxias – 8h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • Itaboraí – 8h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • Maricá – 8h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • Méier – 8h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • Niterói – 9h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • Nova Iguaçu – 8h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • Piabetá – 8h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • São Gonçalo – 11h às 19h, de segunda a sexta-feira
  • Siqueira Campos – 8h às 19h, de segunda a sexta-feira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Matérias

Pesquisar...