Bairro Zé Garoto, em São Gonçalo, está sem luz há 3 dias

Loading

Por Vitor d’Ávila

Moradores e comerciantes da Rua José Alves de Azevedo, no Zé Garoto, em São Gonçalo, sofrem há três dias com problemas no fornecimento de energia elétrica. Um transformador da rede da concessionária Enel pegou fogo na segunda-feira, por volta de 15h30, e, desde então, a região segue no escuro.

A via fica em um dos pontos mais movimentados da cidade, próximo à Câmara Municipal e ao Hospital Luiz Palmier. No endereço também está localizado um posto da Secretaria de Estado de Fazenda, que teve o funcionamento prejudicado com a falta de energia elétrica, de acordo com o agente José Carlos de Sousa, de 59 anos.

“Isso tem prejudicado e muito o nosso trabalho em todos os sentidos. São vários contribuintes com necessidade de atendimento e sem o sistema não temos como resolver. Coisas simples, que resolveríamos rapidamente, não podem ser feitas. Não conseguimos dar continuidade a processos administrativos também há três dias. Toda quarta é realizado o plantão fiscal e hoje os contribuintes que chegam aqui e reclamam, não podemos fazer nada, pois isso é com a Enel”, disse. No entanto, o caso mais dramático é do advogado Jorge Silva, de 77 anos. Ele está acamado há três anos por um AVC. Sua esposa, Leila Pereira, 66, reclama que na última quarta-feira, por volta de 23h, equipes da Enel, chegaram a ir até a localidade, mas não solucionaram o problema.

“A reclamação é a mesma de todos os vizinhos: desde segunda-feira sem luz. Ontem vieram às 23h para tentar arrumar, mas não solucionaram. Dizem que a rede está em curto. Falaram que voltariam hoje pela manhã e nada. Meu marido vive numa cama hospitalar e necessita de cuidados especiais, já que ele sofre com sequelas de um AVC, ele é paralisado da cintura para baixo e sem luz fica mais difícil cuidar dele”, contou.

Comércio também sofre devido a falta de energia

O comércio da região também está sendo prejudicado com as consequências da falta de luz. O movimento diminuiu e alimentos que seriam vendidos, acabam estragando.

Proprietária de um restaurante no local, Rosana Machado, 57, denuncia o descaso da concessionária com a situação na região.

“Pegou fogo num poste, nada a ver com as chuvas. A Enel simplesmente alega que não tem carro para consertar. Atrapalha muito minha atividade comercial, a movimentação diminuiu, perdi muitos alimentos e bebidas”, reclamou.

A Enel Distribuição Rio informou que enviou equipe técnica ao local e o fornecimento já foi normalizado.

VIA: O São Gonçalo | Foto: Luiz Nicolella

Loading

Mais Matérias

Pesquisar...