SUMIÇO DE ADOLESCENTE É MISTÉRIO PARA POLÍCIA

Fonte: Hora H

Passados sete dias, o desaparecimento de uma adolescente de 13 anos, em Nova Iguaçu, permanece um mistério. A estudante Tassiane José Costa saía de casa todos os dias, no Conjunto Belga, para vender trufas e ajudar a mãe cuidar dos outros dois irmãos de 08 e 10 anos.
No dia 28 de dezembro, a menina não voltou mais. Ela foi vista pela última vez no Posto de Combustível de Cabuçu, onde costumava vender os bonbons. Segundo testemunhas contaram a família, por volta das 8h Tassiane teria dito que iria comprar açaí e seguiu em direção a praça do bairro. Desde então não foi mais vista. O caso de desaparecimento foi registrado na Delegacia de Polícia de Comendador Soares (56ª DP), que deve solicitar imagens de câmeras de vigilância do estabelecimento para colher informações que levem ao paradeiro da jovem.
Desesperada, a família diz estar vivendo um pesadelio, pois não entender o que pode ter acontecido, uma vez que a adolescente era considerada caseira, não tinha namorado e jamais se ausentou de casa. Um parente contou à rerportagem do Hora H,que a mãe da menina, Betty José da Costa, está abalada e não consegue se alimentar. “Ela só quer a filha de volta. É o que todos nós queremos”, disse.
Parentes e amigos organizam uma manifestação na tarde de hoje, na Estrada de Madureira. Com faixas e cartazes, eles prometem realizar um ato pacífico para chamar a atenção das autoridades para o caso.

O que se sabe sobre o caso
O deaparecimento deTassiane tem mergulhado a família em um quebra-cabeças, formado, em sua maioria, por boatos que somente a investigação da Polícia Civil pode esclarecer. Existe a informação de que a jovem teria sido vista embacando numa van com destino ao Centro de Nova Iguaçu e que ela teria sido vista na companhia de uma outra jovem na praça de Cabuçu.
Especula-se ainda que a adolescente foi vista ao lado de um homem suspeito de se miliciano. A polícia também deve investigar a denúncia de que Tassiane estaria na companhia de um ‘cafetão’, (explorador sexual) que agencia garotas de programa.
Quem tiver informações que possam ajudar no paradeiro da menina Tassiane, basta lista para os seguintes números: (21) 98957-0900 ou (21) 99049-2836. E também para o Disque Denúncia 2253-1177.

Antonio Carlos

DEIXE UMA RESPOSTA

13 + = 18