MAIS DE 1,4 MIL TRABALHADORES DE MAGÉ TEM ATÉ A DATA DE HOJE PARA SACAR O PIS/PASEP 2015

POR: VINICIUS CRUZ

Os trabalhadores têm até esta quinta-feira (28) para sacar o abono salarial PIS/Pasep ano-base 2015 nas agências bancárias. Cerca de 5,8% de inscritos no PIS e no Pasep, ou 1,4 milhão de pessoas, não haviam sacado o dinheiro até o fim de novembro, segundo levantamento do Ministério do Trabalho.

Em Magé, quase 1,4 mil trabalhadores ainda não sacaram o abono, os trabalhadores da iniciativa privada, que são vinculados ao PIS, sacam o dinheiro nas agências da Caixa ou lotéricas de todo o país. Já os servidores públicos, com vínculo no Pasep, retiram o benefício no Banco do Brasil.

O abono salarial é pago para inscritos no PIS/Pasep há cinco anos ou mais e que trabalharam com carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano de 2015, com remuneração mensal média de até dois salários mínimos. Também é preciso que seus dados tenham sido informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais).

O valor que cada trabalhador tem para receber é proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente em 2015. Quem trabalhou o ano todo recebe o valor na íntegra. Quem trabalhou um mês, por exemplo, recebe 1/12 do valor, e assim sucessivamente. Os pagamentos variam de R$ 79 a R$ 937.

Como ver saldo e como sacar

Para conferir se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar o portal do Ministério do Trabalho http://verificasd.mtb.gov.br/abonouf/. Basta inserir o CPF ou número do PIS/Pasep e a data de nascimento para fazer a consulta. Outra opção é a Central de Atendimento Alô Trabalho, que atende pelo número 158.

Para sacar o abono do PIS, o trabalhador que possuir Cartão do Cidadão e senha cadastrada pode se dirigir aos terminais de autoatendimento da Caixa ou a uma casa lotérica. Se não tiver o Cartão do Cidadão, pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação. Informações sobre o PIS também podem ser obtidas pelo telefone 0800-726 02 07 da Caixa.

DEIXE UMA RESPOSTA