Jovem baleada em Honório Gurgel morreu nos braços da mãe: ‘Estamos arrasados’

Fonte: O Dia

 A jovem Marina Silva estava na sala de casa, nesta quinta-feira, quando uma bala perdida atravessou a janela e atingiu a sua cabeça, na comunidade da Palmeirinha, em Honório Gurgel. O confronto entre traficantes das comunidades do Muquiço, que fica em Guadalupe, e da Palmeirinha, ambas na Zona Norte do Rio, aconteceu por volta das 18h. Segundo familiares, ela estava com a mãe, os dois filhos, de 1 e 5 anos e o irmão, quando a tragédia aconteceu.

“Estava tendo um tiroteio onde ela morava, estavam todos em casa… e uma bala perdida atravessou o vidro da janela e pegou na cabeça dela e ela faleceu na hora, na sala na frente de toda a família, nos braços da mãe. Estamos arrasados”, afirma Rodolfo Nataniel, primo da vítima.

De acordo com o 9º BPM (Rocha Miranda), policiais da unidade que realizavam patrulhamento na Rua Gonçalves Lima, em Marechal Hermes, encaminharam a vítima ao Hospital Estadual Carlos Chagas, mas ela não resistiu. A Delegacia de Homicídios da Capital (DH/Capital) está investigando o caso.

No dia 27 de dezembro, Marina compartilhou uma publicação nas redes sociais que dizia: “Tô nos jornais sem ter morrido e sem matar ninguém, quantos dos nossos conseguem essa façanha? É que eu vou trabalhar suado aqui no Brasil”

Na manhã desta sexta-feira, os familiares estão no Instituto Médico Legal (IML) realizando o reconhecimento do corpo.

*Reportagem da estagiária Ana Mello, sob supervisão de Cadu Bruno

DEIXE UMA RESPOSTA